Claudia Andujar

Neuchâtel, Suíça, 1931


Com um pavilhão no Instituto Inhotim a ser inaugurado em setembro de 2014, dedicado totalmente à sua obra, Claudia Andujar pretende mostrar séries de fotos feitas na reserva dos ianomâmi. A artista revelou a existência dessa tribo na década de 1970, a partir de uma reportagem fotográfica para a revista Realidade que foi fazer na região. Seu envolvimento pela tribo a levou a viver anos ao lado desses índios e a dedicar sua vida na luta pela melhoria das suas condições de sobrevivência.


Pertencente a uma família judia que fugiu do holocausto, Claudia Andujar foi motivada na luta ao lado dos ianomâmis quando presenciou o extermínio de comunidades inteiras, para a construção de estradas e invasão de garimpeiros.

Sem titulo

Sem titulo

Fotografia p.b. sobre papel

119x161cm

s.d.