Waltércio Caldas

Rio de Janeiro, RJ, 1946


Waltércio Caldas é, de acordo com a pesquisa do Itaú Cultural de 2012, “Artistas com maior número de exposições entre 1987 e 2012”, o artista plástico brasileiro que mais fez exposições no Brasil e no exterior nos últimos 25 anos.


O trabalho de Waltércio Caldas representa um desafio para a nossa cognição e para o modo como encaramos e reconhecemos determinado conjunto de materiais e geometrias. Suas obras testam a percepção daquilo o que visualizamos e a maneira que nossos olhos se conectam com a nossa mente.

Seus trabalhos são facilmente identificados como seus. As instalações, esculturas, objetos e desenhos pedem tempo ao espectador e o seu desaceleramento, para permitir a dúvida, o estranhamento e o questionamento. Chamadas pelo artista de “instantes escultóricos”, as esculturas não são volumes evidentes, mas propensas ao estabelecimento de situações tensas.

Súbito

Súbito

Fios de lã, acrílico e aço inoxidável

90 x 108 x 66 cm

2005